quarta-feira, 26 de junho de 2013

Guardei tanto, por tanto tempo, agora não tenho nada para dizer ao mundo. Tudo se foi e tudo ficou, num nó tão grande dentro de mim que não tenho absolutamente nada para dizer, nem a ti nem a ninguém, muito menos a mim mesma!



 

Sem comentários:

Enviar um comentário