quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

dreams.


Os verdadeiros sonhos não são aqueles que temos durante toda a vida, são aqueles que vêm sem aviso, inesperados, prontos para atacar, com toda a força, prontos para se tornarem realidade. Os outros desmaiam sem que sejam tocados, porque os pomos nos cantos poeirentos da alma, esquecidos… Aí os novos sonhos ganham vida e os outros morrem.
Estou a espera de substituições. Sonhos que substituam os velhos, memórias novas, novas miragens e sobretudo brilho na alma.

1 comentário: