sexta-feira, 24 de agosto de 2012

viver mata.

Isto tudo é já demência dentro de mim.
Sinto-me a pior pessoa do mundo e vou enchendo o vazio com comida e com nada ao mesmo tempo, é que me dá vontade de devorar a comida numa tentativa de quê? Se sei que depois vou olhar-me no espelho e sentir-me ainda pior? E quando for vestir aquela roupa que tanto gosto e esta ficar horrível, vou chorar de joelhos no chão, acabada... Se me sinto tão mal em vez de comer porque é que não fico doida e atiro tudo á parede? Com certeza que a minha raiva acalmaria.
È que não me incomoda tanto ser gordinha como me incomoda as pessoas mentirem na minha cara com pena de mim, poupem-me, a sério. Ainda não aprendi a dar valor a mim mesma mas vou aprender nem que seja a última coisa que faça.
Mas, nem sempre é assim, ás vezes sinto-me bem, mais do que bem, mas tudo passa e a demência atravessa. Infelizmente, um pouco de álcool no meu sistema faz-me eu outra vez, que rídiculo eu sei. Mas quando não há cordas, voar parece possível, e então não é demência, é pura loucura. Loucura na alma, que muito rápido é demência na mente.
Como isto me quebra o coração e eu sei o que dizem do amor mas, não gostar de nós mesmos parte-nos mais rápido o coração, acredito nisso.

 

2 comentários:

  1. li o texto até ao fim, mas acho que não descolei daquelas palavras "sinto-me a pior pessoa do mundo" e, mesmo sem te conhecer, mesmo sem saber quem és e o que sentes dentro de ti, fiquei com vontade de te ouvir, mesmo que não houvessem palavras que te fizessem sentir bem.
    podemos conversar, se quiseres.por outro lado, também não sei se queres manter a tua privacidade/identidade aqui no blog, mas...espero uma resposta!tenho a certeza que és linda, só precisas de te valorizar.

    ResponderEliminar
  2. Viver mata, pois mata! Mas nunca em nenhum momento te sintas a pior pessoa do mundo, por favor. és fantástica, qualquer pessoa que te leia consegue perceber isso. Muuuuuuah <3

    ResponderEliminar