sábado, 9 de julho de 2011

BEST FRIEND*

A maior parte das pessoas recorda os melhores momentos. Mas eu penso que os nossos piores momentos foram dos melhores. Lembro-me muito bem, e eu costumo esquecer-me de tudo, não porque não é importante mas porque sou distraída e sempre o serei. Não mantenho na memória mas guardo num local mais importante. De um certo modo, gosto quando nos despedaçamos a chorar juntas. È naqueles momentos que começamos a dizer tudo, tudo o que sentimos, tudo o que fechamos dentro de nós. Gosto disso. Gosto da nossa maneira de prometer ficar juntas para o resto da vida, com lágrimas. Porque sei que esse tipo de promessas não se quebram, automaticamente são cumpridas. Gosto da maneira que somos inseparáveis e é a única dependência que tenho, tu. A maior parte das pessoas nunca compreenderia verdadeiramente. Todos dizem de uma pessoa ou de outra que não seria nada sem ela, mas dizem-no como um "cliché", nós dizemos como a pura verdade, nua e crua. Gosto da maneira como nos compreendemos, como somos só uma.
Não podia pedir mais nada, quando onde quer que eu vá, levo-te comigo. Eu já sei disso mas reconforta-me quando dizes: “ És a pessoa mais importante da minha vida.”.
Nós sabemos, mutuamente. És a minha melhor amiga e minha irmã, és a minha família toda e parte de mim própria, a minha atmosfera!


1 comentário: