segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Quem sabe...

Quem sabe falando eu diga uma só letra
Quem sabe calada eu grite um só silêncio
Quem sabe um dia, num outro mundo
Eu vá voltar para onde nunca estive e dizer o que nunca disse
Quem sabe compreendam o que não foi compreendido
E que sintam o que nunca foi sentido.

2 comentários:

  1. Um dia, é a isso que se resumem os nossos sonhos. Um dia, quem sabe...

    ResponderEliminar