sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Topo

Elevo-me no céu tal como uma estrela
Combatendo para me destacar
Para chegar ao topo e brilhar.
Pintando de aguarela
A minha vida
Como quem pinta numa tela
Negra e suja de saudade
Mas será fácil partir?
Fácil largar ou fugir?
Quando sabemos que nem queremos tentar
E ao brotar de um momento insólito e ridículo
Partir não é fugir
Partir é lutar
Chegando ao topo
Encontrando o meu lugar.
Porque no topo da montanha
Não haverá força tão tamanha
Que me faça cair
Porque já nada no chão me pode suprir
Então eu escolho subir
Porque o topo
O topo sim, é o meu lugar.


[horrível -.-']

3 comentários:

  1. Penso que são, e espero também pelo que já ouvi falar deles :)

    ResponderEliminar
  2. Adorei muito!
    Vou seguir-te :)
    S3e quiseres faz o mesmo.
    Continua adoro os textos.

    ResponderEliminar