sexta-feira, 28 de maio de 2010

Quem me dera (que me ouvisses)!!!

Quem me dera ter versos dentro de mim
Que me elevassem ao céu como quem voa
Ter arte no olhar, ter música na minha voz
Como uma melodia que de perto soa
Sorrir nas noites desmaiadas
Em vez de chorar as lágrimas caladas
Como quem de tão feliz que está
Já chora de ouvir piadas

E os meus lábios em tons de rosa
Pronunciam baixinho músicas faladas
Poemas cantados palavras riscadas
Lindos textos poéticos em prosa
Quem me dera viver a sonhar
Esquecer que vem o dia
Contemplar a noite bela
Dormir e talvez nunca mais acordar

Quem me dera a mim morte ser vida
O sol fosse a lua
O meu desejo fosse o teu
Palavras sobressaídas numa página nua

Quem me dera muito que já era
Que já fora, que nem existe
Que ouvisses o que nunca ouviste
Sonhar que me falas-te quando me viste
Sorrir enquanto triste
Falar-te sem saber se me ouves
Agarrar numa estrela e atirar para o fundo
Apanha-la se realmente esta noite me ouvis-te!

Sem comentários:

Enviar um comentário