sexta-feira, 21 de maio de 2010

A vida e o mundo (1)

Todos sonhamos, aliás vivemos a sonhar, sonhar é ridículo! Sim, sonhamos e queremos muito e porque não agir?
Sonhar torna-se ridículo quando sonhamos porque apenas sonhamos, porque é normal um ser humano sonhar, e porque só não sonha quem nem alma tem!
Sonhar é ridículo quando não passamos a agir, quando não lutamos, se sonhamos só para viver esperançados e morrer sem realizar, então para quê sonhar, se o objectivo de sonhar é motivar a concretizar?
Sonhar é insignificante, se tanto sonhamos de certeza que não sonhamos em não fazer nada por nós, queremos sempre mais e mais e tanto queremos que nada fazemos e esperamos até que caía do céu e isso não aconteçe!
Grandes vagabundos que sonham em ser ricos e poderosos e nada fazem se não andar a vaguear pelas ruas como pobres coitados! Coitados? Não são coitados, são ridículos, como todos os sonhos que sonham e que não lhes serve de nada sonhar, porque sonham porque apenas sonham, e porque não têm nada de nada e então sonham em ter o que não têm e no final não lutam para conseguir viver o grande sonho que pensavam viver afinal!
Somos todos ridículos, todos uns covardes, falo por mim e por muita gente que me rodeia!
Porque tanto sonhamos, porque tanto viajamos pela “ Terra do nunca” e afinal estamos tão pregados ao chão, tão agarrados a nada que não nos damos ao trabalho de ganhar força e lutar contra a gravidade!
Para quê sonhar e viver esperançados sabendo que chegamos ao fim sem nunca ter visto o sonho de perto, nada fazemos, nada nos esforçamos que acabamos tão ridículos como os sonhos que sonhamos!
Para quê sonhar se afinal estamos vivos para viver e não para sonhar?
Enquanto sonhamos existimos e não vivemos, se não vivemos não sentimos, não concretizamos e muito menos podemos imaginar!
Sim, porque imaginar é digno de quem vive, e sonhar é apenas para quem existe! È preciso lutar, se caímos por terra, então sonhamos de novo e vamos á guerra de novo como um verdadeiro soldado sem medo, e vivemos assim, até que um dia talvez façamos acontecer! Nunca irás saber se não tentares, muito simples não?
Para quê complicar?

Sem comentários:

Enviar um comentário