sexta-feira, 23 de abril de 2010

Voz calada

Voz calada que não dizes nada
Estás tão calada no silêncio que falas

Fala-me em silêncio
Explica-me a tua jogada
Fala como quem se cala falando
Fala-me dessa voz que pronuncias

Fala-me das palavras que dizias
As palavras que nunca ouvi quando falavas
Diz-me que língua é que falas
Traduz-me esses versos de silêncio
Fala-me das frases em que te calas
Mostra-me as galáxias estreladas
Cala-te na tua voz silenciosa
Esquece as palavras repletas de silêncio
Fala-me voz calada
Não me digas mais nada

Isabel Magalhães

Sem comentários:

Enviar um comentário