sábado, 17 de abril de 2010

Rouba-me a saudade e não tenhas medo...

Rouba-me! Rouba-me esta saudade inútil e foge com ela, não tenhas medo, não há nada que devas temer! Vem, por favor, tira-me esta saudade que deixas-te, tira-me tudo o que não me faz falta por agora, inclusive a tua memória, leva todas as recordações de palavras que me disses-te, leva a memória da tua voz, leva tudo contigo, mesmo que me deixes deserta, sem nada, não faz mal, simplesmente rouba-me esta saudade e não tenhas medo...Rouba, mesmo que eu não deixe!

Sem comentários:

Enviar um comentário