segunda-feira, 12 de abril de 2010

A noite ás vezes não tem fim

Quando ás vezes a noite parece não ter fim, fico parada olhando pela janela do meu quarto escuro, a lua brilha lá fora e fico a noite toda a contar segredos ao luar, silênciosamente, enquanto que o tempo passa e a noite continua infinita, sem fim...
Fico imóvel, a pensar em tudo,com os pensamentos baralhados,com as incertezas da vida...O coração bate, segundo a segundo, talvez, e o tempo passa e passa, e a noite parece não ter fim, tanto penso, tanto choro ouvindo a minha música que me esqueço da necessidade de dormir, o sono não chega e a noite parece não ter fim...
O luar ilumina o meu quarto, com quase toda a tristeza e dor confessada de mim, acabo por adormecer, acordo ainda com a sensação das lágrimas que correram no meu rosto, e a noite aí sim, acabou e já é dia, e agora é o sol que brilha lá fora...
A noite parecia não ter fim, até que tudo saíu de mim por momentos e o sol nasceu!

Sem comentários:

Enviar um comentário