sexta-feira, 9 de abril de 2010

Chorei em silêncio como nunca e mesmo assim havia tanta coisa que ouvia no meio de tanto silêncio, pensamentos, certezas, incertezas, decisões, sentimentos, palavras...
Enquanto que o silêncio me falava, eu chorava, enquanto que o ruído soava eu ria!
Mesmo assim prefiro o silêncio, enquanto choro ouço-me, enquanto riu esqueço da vida!

Sem comentários:

Enviar um comentário