sábado, 17 de abril de 2010

"Às vezes não é uma questão de querer, ás vezes é uma questão de ainda não ser possível...Sendo assim, ainda não é possível eu fugir sem ter medo, desaparecer sem ter saudade, ainda não é possível, apenas!"  Lembras-te deste texto, pois bem, por agora, neste momento, pode não ser possível eu fugir, é verdade, mas digo, espera só pelo momento em que isso se tornará possível, não vou esperar nem um segundo para fugir de ti, não vou esperar, nem "me" vou impedir de desaparecer, porque neste momento é algo que quero e necessito muito de fazer, enquanto não é possível eu realizar esse grande desejo, continuo aqui para ti, quando for possível, farei tal como tu, mesmo que ainda não me tenha esquecido, não vou ouvir sentimentos e então partirei sem deixar rasto...

5 comentários: