sexta-feira, 9 de abril de 2010

Ainda não é possível...

Deste-me muitas razões para o fazer, e mesmo assim, não o fiz, porque não consigo...
Eu não te dei razões, acho, e mesmo assim, tu consegues ir, sem explicação possível, consegues, por muito díficil que seja, mas consegues!
Quantas mais razões me dás para isso, mais díficil se torna, quanto mais tentas afastar-te para não sofrer, mais eu me agarro e te faço sofrer mais, quanto mais tentamos que o mundo "caminhe" na direcção correcta mais depressa ele toma outro rumo, "andando" na direcção errada...
Quanto mais queremos, menos temos!
Às vezes não é uma questão de querer, ás vezes é uma questão de ainda não ser possível...
Sendo assim, ainda não é possível eu fugir sem ter medo, desaparecer sem ter saudade, ainda não é possível, apenas!

Sem comentários:

Enviar um comentário