quinta-feira, 25 de março de 2010

Já não voltas...

Acreditei numa ilusão como se valesse a pena, e agora, tal como uma bola de sabão, "morrerei" só ao tocar-te!
Deixa-me ir, não me prendas mais, fica sozinho e deixa-me sozinha também!

Sem comentários:

Enviar um comentário