quarta-feira, 3 de março de 2010

Palavras para quê?

Palavras profundas, palavras que marcam, e palavras que se esqueçem...
Pergunto-me: Palavras para quê?
Um momento de silêncio diz muito mais que um texto, muito mais que um livro inteiro, diz tudo o que realmente precisamos de ouvir. Um olhar, esse, esse sim, não podia ser melhor, para quê palavras?
Quando o que realmente queremos dizer, não dizemos e cujo o nosso próprio olhar e silêncio o desvendam...Então para quê palavras?
Palavras falsas, encorajadoras, alegres, tristes, profundas, bonitas, feias, palavras, são palavras por maior que seja o poder de expressão destas, nunca será maior que o poder de falar sem palavras, do que o poder de entender o que quase ninguém entende!

Sem comentários:

Enviar um comentário