sexta-feira, 12 de março de 2010

Não olhar para trás

Não vou olhar para trás, não vou porque, não quero reviver memórias de coisas que já foram vividas, quero apenas recordar!
Não me quero culpar, por não ter vivido pequenos instantes ou momentos,tudo porque cheguei tarde e o comboio partiu sem mim. Não quero que fantasmas do passado me voltem a assombrar! Não quero olhar para trás, porque simplesmente, não quero pensar no que fiz e não devia, e no que não fiz mas devia ter feito!
Não quero passar a vida a remoer águas passadas, a pensar que podia ter feito de outra forma, pensado de outra maneira, que podia ter impedido algo... O que foi, foi, e não volta, com certeza!
Quero apenas viver o presente, sem olhar o passado, e sem pensar no futuro...
O que interessa, é hoje, não ontem, não amanhã, mas hoje!
È no presente que quero viver, e que quero construir um passado, para que no futuro o recorde, sem me lamentar... Para que no futuro, enquanto o recordo, esteja a viver o presente do futuro, sem pensar no passado do presente!
O comboio partiu e não me levou, há sempre uma próxima vez de chegar a tempo de entrar e seguir viagem.....

1 comentário: