domingo, 17 de janeiro de 2010

Que me lembra o luar ao bater na minha janela?

Não sei o que me lembra o luar ao bater na janela do meu quarto…
Sem dúvida algo lindo, inocente, e querido, como o brilho dos teus olhos!
E como pode, afinal, apenas uma luz branca como a da lua, encher a noite de magia? Encher a escuridão de nada? Ou de tudo? De felicidade, mistério, brilho… Sei lá, de tudo imaginariamente lindo, ao ver dos meus olhos?!
Que me lembra afinal o luar ao bater na janela do meu quarto? Relembra-me, quando passas, e iluminas, apenas com o olhar, apenas…
Lembra-me o sorriso da noite, os teus olhos, a minha luz, a minha inspiração!
Luar, luar, que me lembras tu afinal?
O vazio cheio?Um copo meio cheio vazio? Numa metade vazia, de uma noite cheia?

Sem comentários:

Enviar um comentário