sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Mais que uma vez...

Mais que uma vez, olhei para ti e tentei decifrar todo esse mistério, mais que uma vez tentei compreender esse olhar, mais que uma vez tentei não te olhar*
Um mistério constante, um enigma quase impossivel, um desejo cada vez maior de chegar á resolução de tanta magia...Mais que uma vez, por causa de ti, desvendei sorrisos escondidos, desvendei facetas in(imagináveis), mais que uma vez senti uma necessidade enorme, de te abraçar, de te olhar de frente...Mais que uma vez voltei atrás*
Essa tua identidade oculta(:

1 comentário: